Motorista Comprometido

Motorista Comprometido
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

Notícias

domingo, 21 de agosto de 2011

INI - Imprudência, Negligência ou Imperícia - Forum Sinistro de Transporte

Publicado por Aurélio Rocha em 21/08/2011, Forum Sinistro de Transporte.

Prezados Colegas,

Entendo que todos os comentários que se façam sobre acidentes nas estradas, sempre estão voltados para uma das situações do INI - Imprudência, Negligência ou Imperícia, pois nada acontece por acaso quando se tranporta uma carga numa carroceria de um caminhão.
Vejamos o exemplo abaixo onde o sinistro foi acabar no tribunal e o Juiz proferiu uma sentença a meu ver inédita, ou seja, responsabilizou todos os interessados neste transporte, deste a Usina que fabricou a bobina, a empresa de logistica (escoamento da carga), a transportadora que tranportava a bobina, e a empresa de ônibus. Ninguém eximiu-se da culpa. Todos foram coopartícipes nesta indenizatória.
Desta forma entendo que em qualquer situação e circunstância de transporte, a responsabilidade deve ter início lá no contratante, pois ele deve ter a responsabilidade pela sua carga que vai ser transportada e deve escolher uma empresa idônea que vai conduzir descentemente a carga, bem como os intermediários pela logística tambem devem zelar para que aqueles que vão transportar sejam competentes e responsáveis.
Concluo que o treinamento é talvez uma das formas para evitar acidente, mas ele deve ser promovido desde o início la na planta/fabrica para que somente coloquem e deixem a carga ser transportada se todos os procedimentos estivem cumpridos, tais como: o caminhão se encontra em bom estado, o motorista apresenta um estado físico que se encontra em condições de dirigir com segurança, que a amarração da carga foi realizada dentro das normas do Contram, etc. Tudo é possível numa análise crítica.
Por outro lado a logística deverá programar a entrega de forma que o transit-time seja efetuado de forma que haja descanso para o motorista.
A transportadora deve regularmente contratar pessoas competentes e atestadas que estão psicologicamente e fisicamente em condições de dirigir o veículo.
Pode ser tudo acima uma utopia, mas em muitos países funciona toda esta cadeia de responsabilidade e os acidentes são super reduzidos, aqui precisamos acima de tudo ter a conscientização que estão envolvidas vidas humanas.
Pelo momento é só.
Aurelio

Nenhum comentário:

Postar um comentário