Motorista Comprometido

Motorista Comprometido
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

Notícias

domingo, 26 de fevereiro de 2012

A BR-364 se tornou um “calvário” para muitos motoristas

Enfrentar a BR 364 na maioria dos trechos no estado tem sido desafiante para motoristas, seja de carro, moto ou ônibus as condições da pista dificultam a vida de quem precisa ir de uma cidade a outra. Na rodoviária de Cacoal muitos passageiros têm reclamado da situação da rodovia, para evitar acidentes os trechos são percorridos em uma velocidade menor que o normal.
A dona de casa Lúcia Souza e Silva veio de Ji-Paraná a Cacoal de ônibus, segundo ela apesar de ter veículo próprio ficou com medo de enfrentar os buracos da rodovia. “Olha eu prefiro vir de ônibus porque a estrada está horrível, o ruim é a demora, já que conforme aumentam os buracos a gente demora mais pra chegar”, reclamou. A filha da senhora, Maria Lúcia também achou a rodovia péssima. “Eu não vinha pra cá há muitos anos e fiquei chocada, nem parece asfalto”, disse.
Mas o trecho de Cacoal a Ji-Paraná não é o único que gera reclamações. O trajeto de Cacoal a Pimenta Bueno também tem sérios problemas, conforme contou o comerciante Antônio Pedro, que mora na cidade vizinha a Cacoal. “Olha o pior é que falta acostamento e a buraqueira, que está pra todo lado também”, denunciou. A preferência pelo ônibus para enfrentar o trecho danificado é da maioria, já que de carro os danos ao veículo são ainda piores. Antônio Pedro optou pelo transporte rodoviário após sofrer um acidente de carro. “Não foi por causa dos buracos, mas hoje eu não enfrentaria esta BR de jeito nenhum”, disse.

CONVOCAÇÃO

Nas redes sociais tem sido divulgado um abaixo assinado para pedir melhorias na rodovia junto ao governo federal. “Se não começarmos as obras de restauração até maio, junto com o início do período de seca em Rondônia, vamos perder um ano de trabalho e a situação ficará ainda pior”, alertou Acir Gurgacz, senador. Acir convocou o diretor presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), general Jorge Fraxe, para explicar o processo de licitação da rodovia na Comissão de Agricultura, no dia 1º de março.
Na segunda-feira, o ex-vereador de Cacoal Espedito Alves de Macedo morreu na BR-364, quando chegava em Ji-Paraná. Ele teria desviado de três buracos em sua pista e bateu de frente com uma camionete. A mulher de Espedito, Maria Cleide foi levada inconsciente para o Hospital Municipal de Ji-Paraná. O motorista da camionete foi salvo pelo airbag. “Era uma subida. Ele destampou em cima”, controu. Diversos outros acidentes também foram registrados.
Publicado em 25/02/2012 no site http://www.diariodaamazonia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário