Motorista Comprometido

Motorista Comprometido
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

Notícias

domingo, 5 de maio de 2013

Rio de Janeiro: O que é necessidade e o que é apelo de mídia?



ônibus
Ônibus no Rio de Janeiro. Regras e fiscalizações sobre motoristas ficaram mais rígidas depois de tragédias. Em alguns casos, as medidas são consideradas fortes, como demissão e impossibilidade de contratação em outras empresas de motoristas pegos mais de três vezes avançando o sinal vermelho.
Prefeitura do Rio de Janeiro cria regras rígidas para motoristas de ônibus
Reincidências em alguns casos podem gerar demissão
ADAMO BAZANI – CBN
(Com informações do RJTV – Rede Globo)
Depois de vários acidentes que ganharam destaque na mídia,como a queda do ônibus da Viação Paranapuan de um viaduto na Avenida Brasil provocando a morte de oito pessoas e de atropelamentos, incluindo ciclistas, a Prefeitura do Rio de Janeiro decidiu endurecer a fiscalização e as regras sobre o trabalho dos profissionais do volante nos transportes coletivos.
Já está em vigor o novo pacote de medidas que estabelece uma série de normas para as empresas e os motoristas.
Algumas têm sido consideradas rígidas demais e até com caráter mais midiático que educativo.
É o caso de demissão dos motoristas que foram flagrados por três vezes pela fiscalização de transportes ou de trânsito ultrapassando o semáforo na cor vermelha. Além de demissão, o motorista será impedido de ser contratado em outra empresa de ônibus, praticamente acabando com sua carreira na cidade.
A infração é uma das mais comuns no Rio de Janeiro, além de motorista de ônibus falando ao celular enquanto dirige e desrespeitando sinal de parada, principalmente para passageiros idosos.
O que as representações sindicais contestam é que medidas mais duras como esta, que prevêem a demissão e impossibilidade de prosseguimento na carreira em outra empresa, deveriam ser aplicadas somente depois dos cursos de reciclagem e aperfeiçoamento profissional que as empresas serão obrigadas a oferecer no período de um ano.
A Prefeitura diz que não há exagero e que não precisa de curso de requalificação para saber alguns aspectos no trânsito, como que passar o sinal vermelho é proibido.
Em entrevista ao RJTV, da Rede Globo, neste sábado, o secretário municipal de transportes do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, disse que as empresas e prefeitura vão fazer um cadastro de motoristas de ônibus infratores.
“Vamos criar um cadastro desses motoristas, com anotação das infrações e regras, para tirar do sistema motoristas que não tenham condições de circular e realizam infrações recorrentes ou que tenham problemas comportamentais que possam levar a vida dos passageiros em risco“, ressaltou Osório.
As empresas, representadas pelo sindicato RioÔnibus, dizem que vão cumprir as determinações.
Mensalmente, elas terão de informar a prefeitura a relação dos nomes dos motoristas que forem multados.
Publicado em 05/05/2013 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes. Blogpontodeonibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário