Motorista Comprometido

Motorista Comprometido
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

Notícias

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Direção Dinâmica Volvo evita lesões de trabalho


Volvo Trucks
Um número significativo de motoristas de caminhões da Europa tem problemas de dores nas costas, pescoço e ombros, de acordo com um estudo da Volvo Trucks. A nova Direção Dinâmica Volvo permite controlar um caminhão com um esforço mínimo e reduz o risco de lesões do motorista.
Henrik Gustafsson, 27 anos, é um desses motoristas que sentiam dores nas costas. Há cinco anos, num transporte de longa distância para a Noruega, apareceu-lhe um problema num músculo atrás do ombro esquerdo. Henrik deixou de fazer viagens longas por causa disso e começou a transportar madeira na floresta com o seu pai. Também começou a fazer musculação, mas o problema não desapareceu completamente. No entanto, há um ano e meio, teve a oportunidade de conduzir o novo Volvo FH, equipado com Direção Dinâmica Volvo, em testes no terreno. Desde aí, tem-se sentido muito melhor das costas.
“A diferença agora é que não tenho de estar sempre tenso e conduzir de uma forma resguardada. Com a Direção Dinâmica Volvo, o caminhão é muito estável”, diz Henrik Gustafsson.
Os problemas associados a lesões industriais são há muito reconhecidos. Num estudo da Volvo Trucks que envolveu 160 motoristas de caminhões da Europa, mais de metade tinha problemas de dores nas costas, ombros e pescoço. Nesse estudo, realizado em 2011 e 2012, a maioria dos participantes faziam viagens de longa distância.
A nova Direção Dinâmica Volvo reduz os movimentos do volante, de outra forma provocados pelas irregularidades da estrada. Para além de tornar a direção mais fácil e confortável para o motorista, também tem um impacto menor sobre os músculos e as articulações a longo prazo.
Conduzir a velocidades baixas em estradas normais com a Direção Dinâmica Volvo reduz o esforço necessário para virar o volante em aproximadamente 75%. Quando se conduz em estradas difíceis, reduz as vibrações quase na totalidade, entre 95 e 100%. Em conjunto com a caixa de velocidades I-Shift automática, isso significa que a pressão sobre o motorista é drasticamente reduzida, permitindo um trabalho de condução mais seguro e eficiente.
Fonte: Volvo
Publicado em 21/02/2014 por Rafael Brusque no Blog do Caminhoneiro.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Palestra "Administração dos Conflitos nos Transportes"





Agende sua palestra!


Público-alvo: 

Caminhoneiros,
Carreteiros, 
Estradeiros, 
Motoristas, 
Futuro Motorista.







Contato: treinamentos@highpluss.com.br

HighPluss Treinamentos agradece sua confiança e preferência. 

Muito Obrigado!

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Conheça os efeitos e danos do rebite, muito utilizado por caminhoneiros

rebite
O rebite ou bolinha, muito utilizado por caminhoneiros para ficarem “acesos”, são drogas sintéticas classificadas como anfetaminas e seus derivados. Essas drogas atuam no Sistema Nervoso Central, estimulando-o a trabalhar em um ritmo mais acelerado. Assim, a pessoa consegue efetuar atividades, como dirigir, por mais tempo que o normal, sem se cansar.
Após algumas horas, o efeito passa e outra dose é necessária para se continuar os afazeres. Contudo, a cada efeito que se esgota, uma dose maior é necessária, pois o organismo já está cansado e fraco, e uma dose igual a anterior já não fará o mesmo efeito.
Assim, o indivíduo entra no ciclo dependente e crescente das anfetaminas, com doses iniciais de 1-2 comprimidos e que podem chegar a casos com mais de 20 comprimidos por dia, para se chegar ao efeito desejado.
Dentre os efeitos observados nos usuários de rebite, temos tanto alterações fisiológicas, como comportamentais. Em baixas doses, a pessoa apresenta um quadro de insônia, perda de apetite, fala rápida, taquicardia e dilatação dos olhos (este efeito é prejudicial para os motoristas, pois à noite sua visão pode ficar mais ofuscada pelos faróis dos carros em direção contrária). Contudo, com o aumento da dose surgem efeitos como aumento da pressão arterial, impotência sexual, diminuição do desejo sexual (libido), distúrbios gastrintestinais, agressão, irritabilidade, síndrome de perseguição, paranoia e alucinações.
Em indivíduos que tomam frequentemente essas drogas as consequências chegam a ser extremamente graves, pois além dos problemas cardiovasculares, células do cérebro sofrem danos permanentes, causando problemas psicológicos e neurológicos irreversíveis.
O tratamento de usuários de anfetamina é um pouco complexo e envolve uma equipe multidisciplinar (médico, psicólogo e farmacêutico, por ex.), pois esse tipo de substância causa dependência, e o usuário sofre com a Síndrome de abstinência, entrando em um estado de depressão ao suspender o uso da droga.
Por fim, analisemos a situação. Alguns caminhoneiros relatam que o pouco tempo lhes dado para a entrega da carga, seria o grande fator para que os mesmos utilizassem os rebites. Contudo, após a conclusão de que os mesmos não estão sob condições psicológicas ideais no uso da droga, poderíamos classificar o caminhão como uma arma na mão desse usuário? E os efeitos e danos irreversíveis em seu organismo, poderíamos classifica-lo como um suicida em longo prazo? E por último, por ser o rebite proibido em farmácias no Brasil inteiro, a relação entre o vendedor clandestino e o comprador poderia ser classificada como um tráfico de drogas ilícitas? E você o que acha? Opine abaixo.
Texto de: Jeferson Machado Santos
CRF-SE: 658.
Farmacêutico pela Universidade Federal de Sergipe – UFS.
Habilitação em Bioquímica Clínica pela Universidade Federal de Sergipe – UFS.
Especialista em Administração de Empresas pela FIJ-RJ.
Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas pela Uninter-IBPEX.
Publicado em 06/02/2014 por Rafael no Blog do Caminhoneiro.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Palestra Motivacional para Motoristas

Fonte: HighPluss, 2014.

A HighPluss Treinamentos oferece a "Palestra Motivacional para Motoristas". 
Agende sua palestra!

Público-alvo: Caminhoneiros, Estradeiros, Carreteiros, Motoristas e Futuro Motorista.

Vivemos num momento de mudanças rápidas na sociedade, sendo que é exigido dos motoristas uma constante revisão do modelo mental na busca por um transporte rodoviário mais seguro, confiável e próspero na sociedade.

Contato: treinamentos@highpluss.com.br

HighPluss Treinamentos agradece sua confiança e preferência. 

Muito Obrigado!