Motorista Comprometido

Motorista Comprometido
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

Notícias

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Entidades e sindicatos de caminhoneiros pedem mais debate do projeto que altera Lei do Descanso


Caminhoes Bitrem - Volvo - Parana
truckpecas.com.br
Representantes de entidades ligadas a classe dos caminhoneiros  pediram ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), nesta terça-feira (20), que amplie o debate sobre o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 41/2014. Eles alertaram que a flexibilização da jornada diária máxima de trabalho, prevista na proposta, pode ter como consequência o aumento de acidentes e mortes no trânsito.
Renan Calheiros garantiu que o projeto, que está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) obedecerá o trâmite normal do processo legislativo e que o debate será aberto para todos os setores: “Vamos democratizar a discussão do projeto e ouvir os trabalhadores durante o tempo que for necessário para que o texto chegue a um consenso”, afirmou Renan.
O PLC revoga dispositivos da Lei 12.619, conhecida como Lei do Descanso, e define que o motorista poderá dirigir até oito horas seguidas. A nova lei ainda permitirá que a jornada seja estendida em mais quatro horas dependendo de acordo coletivo da categoria. O senador Paulo Paim (PT-RS), que também participou do encontro, afirmou que é contra o aumento da jornada ininterrupta e disse acreditar que a aprovação da matéria significará um retrocesso na legislação trabalhista.
Fonte: Cenário MT
Publicado em 21/05/2014 no Blog do Caminhoneiro.

Um comentário:

  1. Sem dúvida, o debate será importante para esclarecer o máximo de dúvidas e buscar encontrar um equilíbrio nas decisões. Quanto mais diálogo existir nas negociações, mais assertivo será as escolhas para toda a categoria dos transportes. Muita luz!

    ResponderExcluir