Motorista Comprometido

Motorista Comprometido
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

Notícias

sábado, 25 de janeiro de 2014

Ultrapassagens pelo Acostamento na BR 470 - SC

Foto 1 - Ultrapassagem pelo acostamento.
Foto 2 - Ultrapassagens pelo acostamento.
Foto 3 - Condutor decidiu ultrapassar pelo acostamento.
Foto 4 - Veículo ultrapassando pelo acostamento na curva.
                                      Foto 5 - Veículos ultrapassando pelo acostamento na curva.


Dia 19/01/2014 - Durante viagem no sentido BR 101 para Blumenau - SC na rodovia BR 470 foram realizados registros dos comportamentos dos condutores. Existem campanhas educativas para desenvolver a consciência do condutor no trânsito, porém na prática percebe-se diversos desvios de comportamentos dos condutores nas estradas. 

Nas fotos 1,2 e 3, percebe-se como o condutor do veículo na cor branca é influenciado pelo comportamento do veículo que aparece na foto 1, ultrapassando pelo acostamento.  

Na foto 4, percebe-se que o condutor do veículo da cor preta decidi ultrapassar pelo acostamento na curva o veículo na cor branca, e na sequência terá que ultrapassar o caminhão. Exigiu maior velocidade para ultrapassar e colocar-se na frente do caminhão. 

Na foto 5, percebe-se que existe outro veículo de cor prata onde o respectivo condutor segue o exemplo negativo do condutor que dirige o veículo de cor preta. 

Os registros acima mencionados aconteceram no horário das 17:30 às 18:30 hs., sendo que recomendo a necessidade de uma maior fiscalização nesse trecho da BR 470. 

Nesse período de viagem percebeu-se condutores despreparados emocionalmente para lidar com situações de trânsito que requer paciência e saber tomar as melhores decisões na direção.

Espero ter contribuído com as imagens e comentários, para que você condutor, possa ampliar o seu saber no sentido de dirigir seu veículo de maneira defensiva. 

A Direção Defensiva é uma decisão inteligente! Pratique!

Bons aprendizados!

Palestrante José Rovaní
Palestra VIP para Motoristas - Hands On.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Tecnologia Scania Driver Support agora está disponível para linha de ônibus

Newsroom-13-de-janeiro-Scania-Driver-Support-650x340
O Scania Driver Support é um sistema de apoio ao motorista que funciona como instrutor virtual e, por meio do computador de bordo, dá dicas para melhor o estilo de condução. A tecnologia, que já é item de série nos caminhões Scania Streamline, agora está disponível para os chassis de ônibus fabricados pela montadora.
O sistema funciona como complemento do Treinamento de Motoristas Scania. Os itens avaliados pela ferramenta são quatro: condução em aclives e declives, uso do freio auxiliar Scania Retarder, antecipação de frenagens e uso das marchas (rotação do motor).
O sistema faz a leitura dos dados operacionais do veículo em tempo real e envia mensagens aos motoristas sobre como otimizar a condução a fim de reduzir o consumo de combustível e aumentar a vida útil dos componentes do chassi.
Com a novidade, os clientes Scania que atuam no segmento de transporte de passageiros têm acesso a mais uma ferramenta desenvolvida pela Scania para aumentar a segurança nas estradas e proporcionar maior rentabilidade.
Fonte: Scania
Publicado em 15/01/2014 por Rafael no Blog do Caminhoneiro.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Lei do descanso não é cumprida por condutores


LEI-DO-DESNCASO
Com um ano e oito meses de vigor, a chamada Lei do Descanso, que regulamenta a profissão de Motorista de Caminhão, não está funcionando como deveria. As queixas vêm de todos os lados. Enquanto entidade de classe aponta falta de estrutura nasestradas, a fiscalização registra desrespeito por parte dos motoristas, e comerciantes reclamam da demora na entrega dos produtos. Caminhoneiros entrevistados aprovam a legislação, mas denunciam a ação de aproveitadores.
Aprovada em maio de 2012, mas com início da fiscalização marcado por muitas idas e vindas e atrasos, a Lei 12.619 visa reduzir o risco de morte dos condutores. Pelas normas, os motoristas são obrigados a fazer uma parada de 30 minutos a cada quatro horas ininterruptas de viagem. Além disso, dá direito a 11 horas de descanso a cada dia de serviço. No entanto, vários fatores impossibilitam a aplicação prática das determinações legais.
Presidente da Associação dos Caminhoneiros Autônomos de Arapongas (Acaa), Antônio Ferreira, o Lebrão, afirma que os pátios para descanso simplesmente não existem em algumas localidades. “Eles estão impondo uma lei sem dar estrutura para que ela seja cumprida”, reclama. “Em algumas empresas acaba atrasando a entrega e quem sofre é o caminhoneiro que precisa cumprir horário”, complementa Ferreira.
Proprietário de uma concessionária de veículos em Apucarana, Armando Boscardin confirma o aumento da demora na entrega. No seu caso, o tempo de chegada de carros subiu mais de 160% após com o vigor da lei.
“Antes levava em torno de três dias. Agora, uma média de oito dias. Alguns modelos faturados no dia 14 (de dezembro) ainda não chegaram devido a esse problema de logística”, afirmou o empresário de Apucarana, na última quinta-feira.
Fiscalização
Caso descumprir as normas, o condutor do veículo fica sujeito a penalidades como multa de R$ 127, cinco pontos na carteira de habilitação e retenção do veículo para regulamentação da pendência. Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Junior César Cavalcanti, é “bem comum” flagrar irregularidades na região. “Recentemente, fizemos trabalho com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e constatamos que muitos caminhoneiros resistem ao descanso para ganhar comissão dos empregadores”, revela.
Fonte: TNOnline
Publicado em 06/01/2014 no Blog do Caminhoneiro.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Em dez dias, quase 3 mil caminhoneiros multados


linha verde
Após dez dias de operação, a fiscalização de circulação de caminhões  e veículos de grande porte por radares na Linha Verde já registrou 2.853 infrações. Foram 2.386 veículos flagrados trafegando fora da faixa determinada e 467 caminhões circulando pela via nos horários de restrição.
A Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) iniciou a fiscalização no dia 23 de dezembro de 2013, quando foram ativadas funções já existentes nos equipamentos, que passaram a verificar, através do perfil magnético associado ao cadastro de veículos, se os caminhões estão circulando no horário permitido e se os veículos de grande porte estão trafegando na faixa determinada pela regulamentação.
Segundo a portaria nº 440/2013 da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em dias úteis, veículos com capacidade de carga acima de sete toneladas ou com comprimento maior que sete metros não podem circular pela Linha Verde das 7h às 10 horas e das 17h às 20 horas, no trecho compreendido entre o km 120,7 e o km 142,8.
No sentido Sul-Norte, o trecho de restrição vai da Rua Nicola Pelanda, no bairro Pinheirinho, até a Estrada da Graciosa; no sentido Norte-Sul, da Estrada da Ribeira até a Rua João Chede, também no Pinheirinho. Nesses horários, esse tipo de veículo deve utilizar os contornos norte, sul e leste da cidade.
Fonte: Bem Paraná
Publicado em 03/01/2013 no Blog do Caminhoneiro.